VENHA PARA O NOVO TABABADO!

VENHA PARA O NOVO TABABADO!
WWW.ONIXDANCE.COM.BR

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

REALIZADORES DE CONCURSOS DE BELEZA GAY PROMOVEM ENCONTRO NESTA QUARTA-FEIRA 05 DE OUTUBRO NO CUCA MONDUBIM

Os realizadores de concursos de beleza gay de nossa capital e região metropolitana promovem um importante encontro na noite desta quarta-feira 05 de outubro, a partir das 19 horas no CUCA do Mondubim. Entre os temas abordados estará a prevenção e o combate a violência nos certames.

A iniciativa é muito louvável e o comparecimento de todos os organizadores de concursos de beleza gay é de suma importância.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

PRIMEIRO VEREADOR ASSUMIDAMENTE GAY DE SÃO PAULO É DE DIREITA E CONTRA COTAS PARA NEGROS EM UNIVERSIDADES

Com 48.055 votos, São Paulo elegeu seu primeiro vereador assumidamente gay, mas como estamos falando de São Paulo, o movimento LGBT historicamente comprometido com as causa sociais e de esquerda, não tem muito o que comemorar...

Fernando Silva Bispo, o Fernando Holiday, 20 anos, é negro e pobre é filiado ao DEM e diz que não quer receber “privilégios” por causa de sua cor, orientação sexual ou condição social.Ainda é membro do MBL (Movimento Brasil Livre), grupo que com o apoio do PSDB e DEM organizou mobilizações pelo golpe contra a presidente Dilma Rousseff e apoiou o Deputado Eduardo Cunha.

Holiday, diz apoiar políticas públicas para a população de baixa renda, mas pasmem, é contra cotas para negros em universidades, por exemplo.

Sua eleição é mais um capitulo do avanço da direita conservadora na política brasileira.

Com informações do Agora São Paulo 

SEGUNDA EDIÇÃO DO MISS GAY PARANGABA ACONTECE NESTE SÁBADO 08 DE OUTUBRO

Acontece neste sábado 08 de outubro no Society  Gril situado na Av. Av. Dr. Silas Munguba, 1200, próximo a UECE Campos do Itapery, a edição 2016 do Miss Gay Parangaba que é realizado por Adriano Albuquerque.
O tema escolhido para este ano é “CIRCO O RENASCER DE UMA ARTE” e a vencedora garante vaga no Top Gay 2017.
A apresentação será da Diva Lorrana Layser e da Miss Brasil Gay Universe 2015 Monick Skaranze.
Ysis Lauanda fez belíssima89 participação
no Top Gay 2016 ficando no Top 5
A atual detentora do titulo é a bela Ysis Lauanda.

Entre as atrações da noite Hayssa Schneider e Susy Delamonica além de uma banda de forró durante a Calourada da FIC.
O ingresso custa: R$ 20 antecipado clonado e no dia R$ 15 individual.
Informações: (85) 9.8933.1956

CONDESSA MIREILLE BLANCHE ASSUME A DIREÇÃO ARTÍSTICA DA THERMAS CALIFORNIA

A Thermas Califórnia é a mais tradicional sauna masculina de Fortaleza e tem uma clientela fiel e consolidada, além de valorizar e incentivar a arte transformista, com uma programação diversificada e que dá oportunidade aos artistas de mostrarem o seu trabalho.
Agora a Califórnia conta com o competente trabalho de Marcus Fábio, ator transformista que dá vida a Condessa Mireille Blanche e foi responsável pelo sucesso dos últimos sete anos da Boate Divine.

Além da direção artística, Condessa assume a gerência da casa e claro com sua experiência e visão empreendedora, podemos esperar um upgrade nesta tradicional casa que tem 13 anos de tradição.
A Thermas Califórnia fica localizada em um prédio super discreto na Rua Bárbara de Alencar 424 no Centro de Fortaleza.
Confira algumas fotos dos ambientes da Califórnia:




   

CIENTISTAS BRITÂNICOS PODEM TER ENCONTRADO A CURA PARA O HIV

A cura do HIV pode estar mais próxima do que a ciência imaginava. Cientistas britânicos afirmam que um de seus pacientes não apresentou nenhum sinal do vírus após passar por um tratamento inovador. A notícia aumenta a esperança de que a nova técnica pode funcionar em outras pessoas com a doença. As informações são do jornal The Sunday Times.
O novo tratamento une remédios já usados para combater o HIV e novas técnicas. Primeiramente, os pacientes receberam doses das drogas antivirais para prevenir a disseminação das células do tipo T (células do sistema imunológico que são infectadas pelo vírus). O efeito disso é o armazenamento do HIV nas células.
Depois, os cientistas infectaram as pessoas com um vírus que estimula o sistema imunológico. Com isso, ele fica mais forte para encontrar e destruir as células T infectadas.
O passo final é chamado de kick and kill (chutar e matar, em português) e consiste em dar aos pacientes outra droga, apelida de Vornostat. Segundo os cientistas, ela ativa a células T dormentes para que elas expressem as proteínas associadas ao HIV. Assim, o sistema imune é capaz de encontra-las e destruí-las. 
A pesquisa está sendo realizada por cinco universidades britânicas com o apoio do NHS, o serviço nacional de saúde do Reino Unido. Das 50 pessoas que começaram o novo tratamento, apenas um homem de 44 anos já o terminou. Exames de sangue revelaram que ele não possui mais o vírus do HIV no sistema. 
Isso não quer dizer que o paciente está curado. O vírus pode retornar, como aconteceu com uma menina dos Estados Unidos. Ela tinha nascido com o vírus e recebeu uma grande quantidade de medicamentos antirretrovirais durante as suas primeiras 30 horas de vida. O hospital manteve o tratamento até perder o contato com a mãe. Após cinco meses, ela reapareceu com a filha sem o vírus no corpo. Porém, dois anos depois o vírus ressurgiu.  
“Esta é uma das primeiras tentativas sérias de uma cura completa para o HIV. Estamos explorando a possibilidade real disso ser verdade. Este é um desafio enorme e ainda é cedo, mas o progresso tem sido notável”, disse Mark Samuels, diretor geral do NHS, ao The Sunday Times.
Até agora, a ciência reconhece que apenas uma pessoa foi curada do HIV. Em 2007, o americano Timothy Ray Brown foi submetido a um transplante de medula óssea na Alemanha para o tratamento de leucemia. Para isso, os médicos usaram um doador que era naturalmente imune ao HIV devido a uma mutação genética.
As células-tronco transplantadas reconstruíram o sistema imunológico do americano e substituíram suas células cancerígenas com as células resistentes ao HIV. Durante três anos, Brown não tomou antirretrovirais e seu sangue não revelou nenhuma partícula do vírus. Entretanto, os transplantes de células-tronco podem ser perigosos e são recomendados apenas quando podem salvar uma vida.
Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, cerca de 37 milhões de pessoas vivem com HIV em todo o mundo e aproximadamente 35 milhões de pessoas já morreram em consequência da infecção pelo vírus.
Fonte:REVISTA EXAME

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

É DO NORDESTE! RAISSA SANTANA MISS BRASIL 2016 NASCEU NA BAHIA

Raissa Santana é a segunda mulher negra a conquistar o título no concurso Miss Brasil. A primeira foi a gaúcha Deise Nunes, em 1986. Baiana natural de Itaberaba, ela venceu todas as etapas do concurso pelo estado do Paraná, onde vive desde pequena com a família no município de Umuarama.

Raissa vai representar o Brasil no Miss Universo no próximo anos nas Filipinas. No ano passado ela conquistou o titulo de Miss Umuarama e, logo depois, o de Miss Paraná.
Miss Brasil 2016
Ela se destacou no concurso que aconteceu na noite de sábado (1º) e vai suceder Marthia Brandt, Miss Brasil 2015. Durante o concurso, Raissa já saiu na frente das demais candidatas, vencendo a disputa de melhor look e na prova de automaquiagem.
Emocionada, a mãe de Raissa passou mal e precisou ser atendida no ambulatório da casa de shows logo depois que Raissa foi consagrada como vencedora. Ela contou que a pressão subiu. 
Raissa Santana namora Marcos Tagliari, 38 anos, há 10 meses. A mãe da Miss Brasil 2016, Rosineide Oliveira, contou que a filha sofreu bastante no começo da carreira por ser negra e exaltou superação da jovem. "Ela sofreu muito para chegar onde ela chegou, mas ela chegou”, disse em entrevista ao portal Ego.
Na segunda colocação ficou Danielle Marion, do Rio Grande do Norte. Já a terceira mais bem votada foi a candidata Deuse D'anne, do Maranhão. O evento aconteceu em São Paulo.
Fonte:Correio Da Bahia

CEARENSE LUANA PASSOS É A MISS TEENAGER WORLD 2016

O Traje Diamante assinado por Ciro Alencar foi escolhido o mais bonito da noite 
A Miss Teen Brasil Luana Passos, foi eleita na última sexta-feira 30 de setembro Miss Teenager World 2016.

Este é o quarto titulo seguido dessa jovem de Maracanaú que tem levado com orgulho o nome e a beleza do nosso estado, Miss Teen Maracanaú, Miss Teen Ceará, Miss Teen Brasil e agora o titulo internacional na cidade do Panama

Luana teve a acessória do competentíssimo Missólogo Guilhermino Benevides e o traje típico levou a assinatura de Ciro Alencar e o estilista Ivanildo Nunes assinou o traje de gala.

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

CONFIRA O PERFIL DE MORGANA CARLOS MISS CEARÁ E NOSSA REPRESENTANTE NO MISS BRASIL 2016

A estudante de odontologia, Morgana Carlos, 20 anos, vai representar o estado do Ceará no concurso Miss Brasil 2016 que acontece na noite deste sábado 01 de outubro.
Morgana foi eleita Miss Ceará no mês de junho, em Fortaleza, quando representou a cidade de Quixadá-CE.
Em entrevista ao site de entretenimento Band Uol , disse que esperava este resultado, pois deu o seu melhor. Para se tornar uma candidata completa se envolveu em causas sociais e agora se prepara para o Miss Brasil com foco na estética, passarela e oratória.
Confira mais sobre nossa Miss Ceará no vídeo oficial do concurso:
Com informações: Bastidores CE

SENADO PODE VOLTAR A EXAMINAR PROPOSTA QUE TORNA CRIME A HOMOFOBIA

No final de 2014 foi ao arquivo do Senado projeto aprovado na Câmara (PLC 122/2006) que criminalizava a homofobia. No começo deste ano, porém, chegou ao Senado sugestão popular de um projeto que equipara ao crime de racismo a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero.
O relator da sugestão (SUG 05/2016) é o senador Paulo Paim (PT-RS), que deverá apresentar um voto pela aceitação ou não da sugestão. Seu relatório será analisado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), que irá decidir pela transformação da sugestão em projeto de lei.
Paim apresentou um relatório preliminar em junho último, mas no mês seguinte pediu mais prazo para examinar o assunto. No primeiro relatório, o senador defendeu a aprovação da sugestão. Caso a CDH aprove o seu relatório, a  sugestão passa a tramitar como um projeto de lei da comissão.
- Ao longo desses anos de vida parlamentar, e, principalmente, no decorrer do exercício da presidência da CDH, venho dialogando com inúmeras pessoas sobre o tema dessa sugestão. Ouvimos histórias e nos emocionamos com elas. Contaram-nos a respeito de inúmeras discriminações sofridas, muitas vezes uma única pessoa sofre por ser negra, pobre e ter a sua orientação sexual questionada e reprimida violentamente todos os dias - afirmou Paim.
Por esses motivos, o senador declarou estar com o “coração e a alma tranquilos” por defender a proposta. Para ele, é preciso que aprendamos a nos colocar no lugar dos outros e lembrou de palavras do papa Francisco: "quem sou eu para julgar a conduta do outro?"
A sugestão foi apresentada por Gustavo Don e entre 2 de março e 7 de abril deste ano recebeu o apoio de mais de 2.200 cidadãos. Na descrição da ideia legislativa, Don citou dados do Relatório sobre Violência Homofóbica no Brasil em 2012, produzido pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, que mostravam o aumento no número de denúncias de violações dos direitos humanos da comunidade LGBTT.
Outras informações apresentadas foram da Organização Não Governamental Grupo Gay da Bahia (GGB) que apontam para o registro de uma morte a cada 27 horas motivada pela discriminação por orientação sexual e identidade de gênero.
A sugestão legislativa propõe alterações na Lei nº 7.716/1989, que trata dos crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor. Como o senador Paulo Paim pediu para reexaminar o relatório é prematuro informar quais as mudanças que ele pretende propor para a legislação.
Assim como as demais propostas legislativas em exame no Senado, as pessoas podem declarar apoio ou contrariedade para com a SUG 05/2016. Até a tarde de quinta-feira (29), 67.127 eram favoráveis e 2.698 contrárias.
Agência Senado

TABLATA DEU LUGAR A RAIMUNDINHA E FOI A SENSAÇÃO DA CAMPANHA DO VEREADOR PAULO DIÓGENES.

Victor Fiterman, ator que dá vida a Diva do Riso Tablata, recebeu nesta campanha do vereador Paulo Diógenes a dificílima missão de encarnar a Rainha do Humor Cearense Raimundinha, personagem consagrado nacionalmente e levar para as ruas de nossa cidade todo o carisma dessa mulher popular e de um vocabulário “esculachado” e que encanta homens, mulheres e crianças.

Tablata deu lugar à Raimundinha, e o que se viu foi uma caracterização perfeita da personagem que arrastou multidões por becos, ruas, feiras e avenidas levando com alegria a bandeira e o slogan da campanha do vereador Paulo Diógenes “O Amor Vence” e que fez questão de agradecer o profissionalismo de Victor durante um jantar com apoiadores da campanha na última quarta-feira e contou que a perfeição com que o ator encarnou a Raimundinha chegou a fazer com que as pessoas perguntassem como ele poderia estar em dois locais diferentes em tão pouco tempo.


Raimundinha (Paulo Diógenes) ao lado de Tablata
Com o final da campanha, Paulo Diógenes que deu vida a Raimundinha em alguns compromisso durante o pleito, retoma novamente a exclusividade de seu consagrado personagem e Victor encarna novamente sua Tablata com a confiança e a certeza do dever cumprido.
A personagem de Paulo Diógenes tem uma grande popularidade e Tablata pode comprovar isso no dia a dia da campanha

HOJE ACONTECE O MISS GAY CAPUAN 2016.

A diva do Riso Tablata comanda nesta sexta-feira 30 de setembro mais uma edição do Miss Gay Capuan, Distrito de Caucaia na Região Metropolitana de Fortaleza.
Entre as atrações estará a Miss Gay Caucaia 2016 Paloma Shinaider e a vencedora da noite garante vaga no Top Gay 2017.

Serviço:
MISS GAY CAPUAN 2016
SEXTA 30 DE SETEMBRO 21HS
LOCAL: CLUBE PERTO DI KASA
RUA GAL MOURÃO FILHO Nº 28 – CAPUAN – CAUCAIA
INFORMAÇÕES: (85) 9.8737.8007

REALIZAÇÃO: BIANO CORREIA

KYARA HILTON VENCE O MISS GLAMOUR GAY BRASIL E FAZ HISTÓRIA EM MINAS GERAIS

Ao logo dos anos várias transformistas cearenses disputaram e até conquistaram títulos nacionais, mas nunca como representantes do Ceará. 
Mas esse jejum de títulos nacionais tendo a Miss como representante oficial do nosso estado se encerrou no último sábado 24 de setembro, quando Kyara Hilton,  Top Gay Ceará 2015 foi à Minas Gerais e voltou para casa com a faixa e a coroa de Miss Glamour Gay Brasil 2016. 
Feito que vem enriquecer ainda mais sua carreira vitoriosa.

No ano passado Kyara deixou Salvador como a segunda mais bela transformista do Brasil, tendo conquistado o público presente no teatro para quem foi a grande vencedora. 
Ao conquistar o Miss Glamour Gay Brasil, nossa Top Gay coloca o Ceará no alto do pódio e confirma nosso estado como a Venezuela Brasileira e agora mais do que nunca é um exemplo a ser seguido pelas transformistas que embelezam nossas passarelas nas dezenas de concursos que acontecem ao logo do ano. 

Kyara ainda trouxe para casa o titulo de melhor traje típico

DC COMICS CONFIRMA: MULHER-MARAVILHA É BISSEXUAL!

Uma coisa que muitos já esperavam foi oficialmente confirmada! O atual escritor da personagem, Greg Rucka, revelou em uma entrevista com a Comicosity que a personagem é mesmo bissexual. De acordo com Rucka, na ilha de Themyscira (Conhecida no Brasil como Ilha Paraíso) que é o lar das Amazonas não há preconceitos sobre ser gay. Confira trechos da entrevista:
“E quando você começa a pensar em Themyscira, a resposta é: Como pode, não estar todos em relacionamentos com outros do mesmo sexo? Certo?” Rucka continua: “Lá deveria ser o paraíso. Você deveria ser capaz de viver feliz. […] E parte do que um indivíduo precisa para se ter a felicidade, é ter um parceiro para ter um relacionamento romântico e sexual. E lá as únicas opções são mulheres.”.
Mulher-Maravilha tem um novo filme, que chega aos cinemas em 2017 e será estrelado pela Gal Gadot.
Fonte:MTV

“TIVE CÂNCER E ESCONDI. NÃO QUERIA SER A ‘MISS BRASIL COITADINHA’”, REVELA MARTHINA BRANDT

Aos 24 anos, Marthina Brandt carrega o título de mulher mais bonita do país. Eleita Miss Brasil em 2015, a jovem teria tudo para estar vivendo o melhor momento de sua vida.
Mas bem quando conquistou o título tão almejado por tantas mulheres, a vida "pregou uma peça" e a jovem teve que encarar outro desafio: vencer um câncer no útero. Marthina, que preferiu manter sigilo sobre a doença, resolveu falar sobre tudo o que passou em entrevista à revista "Marie Claire".
"Eu tive câncer no útero. Sou uma pessoa muito reservada quanto à vida pessoal. Não queria que as pessoas me vissem e me perguntassem sobre a doença. Não podia me abater porque se você fica triste e se entrega, o seu quadro piora. Não queria me sentir vitimizada, que tivessem pena ou achassem que eu queria justificar qualquer coisa usando o meu problema de saúde", disse.
A gaúcha explicou por que resolveu falar sobre o assunto agora, quando está prestes a entregar a coroa para a próxima Miss Brasil. "Não queria ser notícia por causa de um problema, e sim ser lembrada pelo meu trabalho. A coordenação propôs abrir isso para a mídia na época, e eu não quis. Agora que estou encerrando um ciclo, não serei mais a 'Miss Brasil coitadinha' e intimamente estou melhor. Este é o momento".
A modelo contou que descobriu a doença ainda antes de concurso. "Passei mal antes do Miss Brasil e então fiz um exame patológico. Embarquei para disputar o Miss Universo e minha médica ligou dizendo que eu precisaria fazer quimioterapia voltando ao Brasil", relembrou. 
A jovem destacou que, por incrível que pareça, não sentiu tanto o impacto da notícia. "Você não sente nada até que estoura o negócio. Eu fazia exames a cada seis meses. Foi bem complicado, mas sendo bem sincera, eu não chorei um único dia. Hoje, quando penso nisso, tenho orgulho de mim. Fui muito forte", avaliou. 
Os efeitos do tratamento para quem vive da beleza também foram um motivo de preocupação, segundo Marthina. "Essa palavra, 'quimioterapia', é muito pesada. É engraçado. Você se olha no espelho, está linda, fazendo o cabelo e a maquiagem, e pensa: 'Será que vou perder meu cabelo? Tem cura? Não tem? Vou viver? Vou morrer?'. Você pensa em mil coisas ao mesmo tempo e precisa mostrar que está bem", afirmou.
Mas, de acordo com a gaúcha, pouca coisa mudou em sua aparência após o tratamento. "Sofri poucos efeitos colaterais. A quimioterapia não foi convencional. Foi agressiva com o tumor, mas não tanto com o corpo. Eu perdi cabelo, mas uso mega hair, então não foi perceptível. Sentia muito cansaço, tinha unhas fracas e falta de apetite. Perdi dois quilos, mas normalmente oscilo entre 52 e 55 quilos".
Com a perspectiva de 40% de chances de cura em um tratamento que duraria seis meses, a modelo conseguiu vencer o câncer em três meses e meio. "Fui ao hospital um dia sim, um dia não, durante oito dias. Pausava cinco dias e começava de novo. Minha mãe sempre me acompanhava e eu ficava mais sentida por ela. Ela dizia que se pudesse, trocava de lugar comigo", disse ao contar que estava curada, mas que precisará fazer exames durante cinco anos. 
A modelo concluiu que a doença a ajudou a melhorar como pessoa. "Acho que as coisas ruins podem ser boas. Nesse caso, ocorreu uma transformação. Desde os 18 anos, fazia trabalhos voluntários relacionados ao câncer e hoje sei o que as pessoas passam. Eu me sentei na cadeira delas. No fim das contas, aconteceu algo legal comigo. Mudei para melhor".
Fonte:RedeTV

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

TRANS PODEM SER OBRIGADAS (OS) APRESENTAR DOCUMENTO PARA USAR BANHEIRO PÚBLICO

Em mais uma tentativa da bancada evangélica de tirar direitos LGBTs a Câmara dos Deputados analisa uma proposta que proíbe as pessoas de utilizarem banheiros públicos que não sejam destinados a seu sexo masculino ou feminino. Segundo o texto, em caso de mudança de sexo por tratamento hormonal, será preciso apresentar documento que comprove a mudança de nome por decisão judicial para ter acesso ao banheiro conforme a nova condição.
Pelo projeto apresentado pelo deputado Professor Victório Galli (PSC-MT), o uso “indevido” do banheiro passará a ser enquadrado como contravenção penal, na mesma categoria de quem perturba o trabalho ou o sossego de outra pessoa. A pena nesses casos é de prisão simples, de 15 dias a três meses, ou multa. A proposta altera a Lei das Contravenções Penais.
O autor da proposta critica a defesa do uso de banheiros públicos por pessoas que se identificarem com o sexo masculino ou o feminino promovido por entidades vinculadas aos direitos humanos. Na avaliação do parlamentar, só o Congresso Nacional tem o poder de normatizar matéria de cunho nacional.
“As pessoas que utilizam banheiros públicos em escolas, shoppings, estádios de futebol, cinemas, restaurantes e órgãos públicos têm vivido um terror sem saber o que é certo ou errado, em razão do uso indiscriminado por pessoas de sexo oposto ao que sinaliza a placa de entrada desses banheiros. Nesse sentido, precisamos normatizar a matéria, a fim de que prevaleça o bom senso”, afirma Victório Galli.
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Direitos Humanos e Minorias; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Fonte:Onda (por

MISS BRASIL 2016 TEM O MAIOR NÚMERO DE CANDIDATAS NEGRAS DA HISTÓRIA DO CONCURSO


A edição 2016 do Miss Brasil terá o maior número de candidatas negras da história do concurso. Dentre as 27 participantes, seis mulheres negras vão disputar o título de mais bela do país, e podem receber a coroa da gaúcha Marthina Brandt no próximo sábado (01/10). O evento será realizado a partir das 20h30min, no Citibank Hall, em São Paulo (SP).
O público poderá acompanhar ao vivo todas as emoções, direto da tela da BAND, a partir das 22h20,



As misses negras representam os Estados de São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Bahia, Maranhão e Rondônia. Para comparar, na disputa do ano passado, apenas uma das candidatas era negra (a Miss Distrito Federal Amanda Balbino). Mais: desde a primeira edição do Miss Brasil, em 1954, o concurso teve apenas uma vencedora negra, a gaúcha Deise Nunes, eleita em 1986.
Deise se diz contente com o envolvimento das candidatas negras na competição, e espera que o público reconheça a beleza das participantes.
– Com certeza, a recepção está mais aberta – afirma. – Isso abre portas para elas e, se alguma for eleita, é importante que ela de fato abrace a causa da negritude e lute sempre por respeito, oportunidade e espaço.
Karina Ades, diretora-geral do evento, acredita que a diversidade servirá de inspiração para outras modelos e para o público:
– Sinto que muitas meninas negras sentiam falta de uma representante no mundo miss. O concurso deste ano traz candidatas com características diversas e típicas de suas regiões.
Conheça as seis candidatas negras de 2016:

Raissa Santana (Miss Paraná), estudante de marketing, 21 anos


Sabrina Paiva (Miss São Paulo), publicitária, 21 anos

Beatriz Leite (Miss Espírito Santo), modelo e bailarina, 18 anos


Deise D’Anne (Miss Maranhão), estudante de educação física, 26 anos


Mariana Theol Denny (Miss Rondônia), modelo, 19 anos


Victoria Esteves (Miss Bahia), estudante de direito, 18 anos


Fonte: Revista Donna

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

LÁBIOS DE CRISTAL ESTÃO FAZENDO SUCESSO NO INSTAGRAM

Um perfil de maquiagem no Instagram vem deixando os seguidores intrigados com as imagens de "lábios de cristal", que se assemelham a pedras preciosas.
Afinal, será algum efeito de photoshop ou é possível deixar a boca assim somente com truques de maquiagem?

Como fazer lábios de cristal

A maquiadora Johannah, de Nova York, responsável pelo perfil "Beyou Byjoh", contou à revista Cosmopolitan americana como faz para chegar ao resultado hiper-realista.
Ela disse usar minúsculos cristais, batom líquido e batom em tons metálicos para fazer a maquiagem. Veja mais fotos:


Fonte:msn

MADONNA E KATY PERRY FICAM NUAS EM APOIO A HILLARY CLINTON

À medida que o dia da eleição presidencial nos Estados Unidos se aproxima, alguns famosos reforçam suas ações contra Donald Trump e suas ideias polêmicas. Quem acaba de atacar de frente o republicano é Madonna e Katy Perry, que postaram fotos suas quase nuas no Instagram em prol da campanha de Hillary Clinton. “Estou votando nua com Katy Perry!! Vote para Hillary. Ela é a melhor que temos!”, escreveu Madonna na legenda de uma foto que dá início à campanha “Nude Voting series #1”, criada pela própria dupla para viralizar.
A ideia não veio do nada, e sim depois da participação de Katy no projeto “Everyone votes campaign”, criado pelo site de vídeos de comédia “Funny Or Die. A cantora gravou um vídeo estimulando pessoas a votar. Vale lembrar que nos Estados Unidos o voto é facultativo, diferente do Brasil. Na gravação, Katy acorda e segue até o local de votação com o cabelo embaraçado e de pijama até que, depois de sugerir aos fãs uma série de modelitos esdrúxulos, desde que não deixem de votar, ela fica totalmente nua. Nesta hora é presa por policiais.
O curta, que viralizou rapidamente, termina com a mensagem: “Lembrem de votar. Quem se importa com o que vão usar? Apenar usem roupas. Um recado de Katy Perry diretamente da cadeia”. Confira:

Katy Perry Votes Naked from Funny Or Die

Madonna também publicou montagem dela com Hillary entre suas pernas dizendo: “Vivendo por Hillary. Sim, voto pela inteligência. Voto por igualdade de direitos para a mulher e todas as minorias. Mulheres percorrem o mundo agora e devem começar a apoiar umas às outras. Sem mais feministas misóginas! Sem mais misoginia. Saia e vote.”

Fonte:Uol

THE DRAG SERIES: PROJETO FOTOGRÁFICO DESTACA DRAG QUEENS PARAIBANAS

Chegou a vez das artistas paraibanas ganharem destaque no projeto fotográfico The Drag Series! A série tem ganhado destaque na comunidade LGBT e volta seus olhos para as artistas de João Pessoa e Campina Grande.

O fotógrafo pernambucano Fernando Cysneiros fotografou 9 artistas da cena local no segundo semestre deste ano. O resultado final poderá ser encontrado nas redes sociais do projeto ao longo de setembro e outubro!

Siga o The Drag Series no Instagram (@thedragseries) e Facebook (/thedragseries) para conferir os retratos das drag queens paraibanas Friday Manson, Maddax Melo, Olympia MacBitch, Magally Mel, Madie Killa, Onika Threex, Luci Moon, Doroth Hime e Lilith. O projeto conta com novas publicações todas as quintas feiras. 

SOBRE O PROJETO

O projeto The Drag Series surgiu em Maio/2016 com objetivo de registrar e enaltecer o universo queer com foco na arte das drag queens. Em todas as fotografias, as artistas posam diante um fundo branco - uma moldura a ser preenchida à criatividade e gosto de cada uma. 

A série foi inaugurada em Recife (PE) com artistas majoritariamente participantes da cena pernambucana. No entanto, com apenas 4 meses em andamento, drag queens de diversas outras cidades já participaram, como João Pessoa e Campina Grande (PB), Maceió (AL), Uberlândia (MG) e internacionalmente em Santiago, capital do Chile. 

Novos retratos de diferentes artistas são publicadas todas as quintas-feiras nas redes sociais do projeto. Até o final de 2016, espera-se ter registrado cerca de 50 queens. Entre os destaques, pode-se citar a participação de Pabllo Vittar, principal atração musical da última temporada do programa Amor & Sexo na Rede Globo.

SOBRE O FOTÓGRAFO

Fernando Cysneiros é o fotógrafo por trás do The Drag Series. Fernando já percorreu cidades como São Paulo, Paris e Vancouver fotografando suas fashion weeks, além de já ter fotos publicadas em veículos como Vogue e Glamour Brasil. Com um portfólio consolidado no mercado de moda, o pernambucano dedica seu olhar para a comunidade LGBT. 
Fonte:Paraiba Online

TUDO MISS! A VINGANÇA DA MISS UNIVERSO LATINA HUMILHADA POR DONALD TRUMP

Dizem que vingança é um prato que se come frio. Alicia Machado teve que esperar 20 anos, mas parece que seu momento chegou. A ex-Miss Universo venezuelana denunciou que Donald Trump a humilhou publicamente após ganhar o concurso que a levou à fama nos anos noventa. Agora, com seu passaporte norte-americano na mão, ela se transformou numa ativa promotora de sua rival, Hillary Clinton, que divulgou o caso durante o primeiro debate presidencial.

Alicia foi Miss Venezuela em 1995 e Miss Universo um ano depois, justo quando Trump passou a ter participação no concurso. Ela tinha 19 anos. Em pouco tempo, começou a ganhar peso e desagradou Trump — que ficou à frente da competição até um ano atrás. Na ocasião, o atual candidato republicano fez o que tem feito com muitas mulheres ao longo de todos esses anos: humilhou-a publicamente. Chamou-a de Miss Piggy (Miss Porquinha) e Miss Housekeeping (Miss empregada doméstica) por ser latina, segundo Alicia denunciou numa entrevista ao The New York Times, que publicou em maio uma longa reportagem sobre a forma desrespeitosa pela qual Trump tem tratado as mulheres ao longo de sua vida. A ex-modelo diz que a humilhação pública de Trump lhe provocou anorexia e bulimia durante os cinco anos seguintes. Ela também teve que fazer terapia nas duas últimas décadas.


“É alguém que gosta de comer”, disse Trump na época, diante das câmeras, quando convocou a imprensa para mostrar como submetia Alicia a uma sessão de treinamento para perda de peso, segundo um vídeo convenientemente recuperado pela campanha democrata.
Longe de se arrepender por suas palavras, Trump insistiu na terça-feira, quando Alicia já se consagrara como uma estrela inesperada no debate, em atacar a então rainha da beleza. Ela “ganhou uma quantidade de peso enorme. Tínhamos um problema real com isso e com sua atitude”, afirmou o candidato à Fox. “Passamos por um momento muito difícil com ela como Miss Universo.”
Semanas atrás, Alicia tornou-se formalmente cidadã dos Estados Unidos. E comemorou na sua conta do Instagram, postando uma foto do momento em que sai da cerimônia de naturalização com o certificado e uma bandeira norte-americana nas mãos. “Orgulhosa de ser uma cidadã dos EUA. Todas as minhas forças e meu apoio estão com a próxima presidenta, Hillary Clinton. Miss Piggy e Miss Housekeeping podem votar em Donald Trump”, ironizou no texto que acompanha a imagem.

Uma mensagem que Clinton não esqueceu

"Essa mulher, Alicia Machado, converteu-se em cidadã norte-americana e você pode apostar que vai votar em novembro", disse a candidata democrata, que aspira a ser a primeira mulher presidenta da história dos EUA, nos últimos minutos do debate, depois de lembrar que Trump chamou publicamente à ex-rainha da beleza de “Miss Piggy”.
O tema, proposto pelo moderador, era a forma como Trump tratou as mulheres. Este é um ponto sensível na pretensão presidencial do republicano, por conta de comentários misóginos como qualificar a algumas mulheres, como a atriz Rosie Ou’Donnell, como “porca gorda” e “cadela”. Ou quando, depois do primeiro debate republicano nas primárias, insultou a estrela da corrente conservadora Fox, Megyn Kelly, que lhe questionou sobre essa atitude sexista. Trump disse que parecia de que Kelly “brotava sangue de qualquer parte”, o que lhe valeu uma forte reprovação.
Clinton, que também precisa assegurar o voto hispânico, conseguiu um duplo ao resgatar o caso de Machado na noite da segunda-feira.
E esta não demorou a responder pelas redes sociais, agradecendo a menção e “seu respeito às mulheres”. “Estou com você!”, assegurou Machado em uma mensagem que a campanha de Clinton retuitou rapidamente.

Horas mais tarde, já convertida em uma celebridade midiática nos EUA, Machado assegurou nesta terça-feira que se surpreendeu muito quando se deu conta de que Clinton contava sua história durante o debate. “Comecei a chorar, pois não imaginei jamais que a uma pessoa tão importante como ela ia se importar com minha história”, disse em uma teleconferência organizada pela campanha democrata.
A ex miss, hoje empresária e atriz de telenovelas, reiterou suas acusações contra o empresário e assegurou que seu objetivo ao denunciar Trump foi “abrir os olhos” dos eleitores para a “misoginia e machismo” do candidato republicano e dar exemplo para outras jovens, como sua própria filha.
“Tenho uma filha que quero ver crescer livre, inteligente, com seus direitos, que não tenha que suportar nenhuma humilhação nem ofensa a ninguém. Por isso o faço”, sublinhou.

Fonte:ELPAIS 

‘KING COBRA’: DRAMA PORNÔ GAY COM JAMES FRANCO GANHA TRAILER LEGENDADO E CLIPE PARA MAIORES

A história é baseada na vida de Bryan Kocis, diretor de filmes pornográficos e fundador do Cobra Video, um estúdio dedicado a indústria pornográfica gay.
O filme é baseado no livro ‘Cobra Killer: Gay Porn, Murder, and the Manhunt to Bring the Killers to Justice‘, de Andrew E. Stone e Peter A Conway.
O elenco conta com James FrancoChristian SlaterGarret Clayton (‘Teen Beach Movie’), Keegan Allen (‘Pretty Little Liars’), Molly Ringwald e Alicia Silverstone.
O filme mostra a história real do executivo do mundo pornô gay Bryan Kocis, que foi brutalmente assassinado em sua casa na Pensilvânia, nos Estados Unidos, em 2007.
Brent Corrigan, nome de guerra de Sean Paul Lockhart, foi uma das testemunhas chave do caso, já que Kocis foi morto pelos concorrentes Harlow Cuadra e Joseph Kerekes, que tentaram impedir a realização de um filme milionário estrelado por Corrigan.
A estreia nos EUA acontece dia 21 de Outubro, sem previsão no Brasil.
Confira: